fbpx
convívio social

Conheça os benefícios do convívio social na terceira idade

Em todas as épocas da vida, o convívio social é muito bom para a saúde e mente. Mas não é porque chega a terceira idade, que devemos deixar essas relaçãoes de lado. Poucos sabem, mas problemas podem começar a aparecer com a aposentadoria: depois que param de trabalhar, muitos idosos deixam de frequentar os locais que costumavam ir, perdem o contato com os colegas de serviço e, por conta disso, podem se sentir pouco úteis e acabam se tornado cada vez mais introspectivos.

Entretanto, é possível viver bem na velhice. É necessário uma adaptação às mudanças, equilibrar as limitações e potencialidades e manter as relações sociais.

Traz motivação para a vida

convívio social

Muitas vezes, pode bater um certo desânimo, principalmente para as pessoas que moram sozinhas. Elas podem se sentiar deprimidas e ter vontade de ficar em casa, dormindo ou assistindo a televisão.

Na medida do possível, o importante é sair e ir a parques, praças, visitar a familia e os amigos.

Quando fazem parte de um grupo social, os idosos se sentem mais motivados a participarem de diversas atividades — sejam elas físicas, sociais ou de lazer — e a determinarem objetivos de vida. Além disso, é estimulado o compartilhamento de conhecimentos, alegrias e tristezas. Esses grupos também ampliam os vínculos sociais e garantem um estado de plenitude e bem-estar.

Propicia hábitos saudáveis

convívio social

Muitas vezes, o idoso costuma perder o apetite, o que favorece deficências nutricionais e o aparecimentos de doenças graves, como a anemia.

Em contrapartida, se as refeições forem realizadas em família, o idoso observa o que os outros estão comendo e isso os estimula a se alimentarem melhor. Os familiares têm um papel fundamental nesse quesito, pois podem incentivar uma alimentação saudável, propondo pratos naturais e ricos em nutrientes essenciais para a saúde.

Garante o bem-estar

Com a idade avançada, o idoso pode perder o interesse e o prazer por atividades que antes considerava agradáveis. No entanto, quando mantém suas relações sociais, o indivíduo se sente mais feliz e disposto, fica bem consigo mesmo e aumenta a sua autoestima, contribuindo para o seu bem-estar e para uma melhor qualidade de vida.

Quando felizes, o organismo libera endorfina — hormônio responsável pela sensação de felicidade, prazer e bem-estar.

São por estes motivos que aqui na 3i Bem-Estar, o convívio social é algo tão enfatizado e atividades com música e brincadeiras são realizadas todos os dias.

Você também pode gostar deste artigo: A importância da hidratação na terceira idade

Leave a Comment